Início ATIVIDADES Viajando pelo Brasil com Arte e Acessibilidade

Viajando pelo Brasil com Arte e Acessibilidade

93

Nem só de negócios e pontos turísticos badalados vivem as grandes cidades brasileiras – há também muita arte a ser explorada em nossas principais metrópoles, como é o caso do Rio de Janeiro e de São Paulo, grandes cidades com bastante manifestação artística. E, na maioria dos pontos de arte dessas cidades, a acessibilidade é a palavra de ordem para que a apreciação a grandes manifestações se estenda a toda a população.

Fachada lateral do MHN, com mural grafite feito pelo grupo Rimas e Tintas. Foto: Ricardo Bhering

No Rio de Janeiro, alguns pontos são praticamente obrigatórios para quem aprecia o turismo cultural, como é o caso do Museu Histórico Nacional. Em uma área de 18 mil m², o Museu Nacional abriga um acervo de valor inestimável em um ponto que, estrategicamente localizado à beira mar, na época de sua criação, foi usado como ponto de defesa da cidade. Lá é possível conhecer um pouco mais da história da capital fluminense – e do Brasil – em uma viagem por três épocas: 1762, no prédio da “Casa do Trem”, 1822, no prédio “Arsenal Real” e 1835, no “Anexo para os Quarteis”.

Outro ponto de arte no Rio de Janeiro, dessa vez sacra, é a Igreja da Candelária, localizada em uma área da capital rica em espaços culturais, que vislumbra um imponente projeto arquitetônico datado do século 18 e é tida como uma das igrejas mais bonitas do Rio de Janeiro. Vale a pena passar por lá e estender a visita a mais centros de arte e cultura das redondezas.

Se para muitos reservar hotel chique no Rio é apenas um sonho, pelo menos visitá-los e conhecer sua história é uma realidade. É o caso do Copacabana Palace, o principal hotel do Rio de Janeiro, que já foi cenário de filmes nacionais e internacionais e atualmente é ponto de parada de artistas renomados.

MAC – Museu de Arte Contemporânea, projetado por Oscar Niemeyer.

E por falar em arte, não pode faltar no seu passeio ao Rio de Janeiro um pulo a Niterói para conferir as exposições do Museu de Arte Contemporânea, com projeto arquitetônico assinado por Oscar Niemeyer e acessibilidade total a cadeirantes. O MAC, como é chamado, fica a beira mar e garante uma das mais lindas vistas para a cidade do Rio de Janeiro.

São Paulo

De museus, também, é feita a cidade de São Paulo, principal metrópole brasileira de negócios, cuja manifestação cultural é considerada uma das mais ricas de todo o Brasil. Além de vários museus que mostram cultura, arte e história, como o Museu do Ipiranga, Museu da América Latina e Museu de Arte Sacra, São Paulo também conta com alta variedade de teatros e galerias de arte.

Ainda no quesito museus, é inquestionável a necessidade de ir ao Museu da Língua Portuguesa, o mais novo dos museus em São Paulo, que une cultura, arte e muita tecnologia para mostrar à população as nuances da nossa língua. Tecnologia essa que se estende a todas as preocupações do mundo moderno – inclusive acessibilidade. Não só esse, mas a grande maioria dos centros culturais de São Paulo conta com rampas de acesso e elevadores para facilitar a vida de quem necessita de cuidados especiais na locomoção.

Teatro Municipal de São Paulo.

Quem gosta de música como manifestação de arte não pode deixar de visitar a Sala São Paulo, maior sala de concertos da cidade, cuja arquitetura é de deixar qualquer casa de ópera com inveja. O Teatro Municipal de São Paulo também não pode ser ignorado no tour de arte na capital paulista.

Vista interna do Teatro Municipal de São Paulo.

É importante agendar a viagem com antecedência, principalmente para achar hotéis em São Paulo com boa localização geográfica e condições ideais de acessibilidade a cadeirantes ou outras pessoas com mobilidade reduzida. A cidade está, pelo menos nos pontos turísticos, bem equipada para receber esse público e vai surpreender muita gente pela sua riqueza cultural e artística. Encontre no site FalaTurista, diversas opções de hotéis nessas cidades e faça sua reserva online.