Início AUDIÇÃO As canções mais tristes de Roberto Carlos

As canções mais tristes de Roberto Carlos

1391
Compartilhe

Ele é conhecido no Brasil e no exterior pelo título de Rei e tem um dos maiores fã-clubes do mundo. Em seu repertório tem de Bossa Nova a Rock’n roll, mas foi com as canções românticas que ele se consagrou.

Roberto Carlos.
Foto: Reprodução

Ouço Roberto desde de criança. Minha mãe era fã, tínhamos vários K7’s em casa e eu conservei esse gosto pelas músicas dele desde então. Não tenho nenhuma vergonha de admitir que amo as canções compostas por ele. Pra mim, ele é junto com Chico Buarque, um dos cantores brasileiros mais românticos e mais favoritos da vida toda. Acho que nunca vou parar de gostar das músicas, que as vezes parecem que foram feitas pra mim.

Preciso confessar também que minhas canções favoritas do Roberto não são necessariamente as maaais famosas, nem as mais dançantes. Pelo contrário, eu curto mesmo aquelas que só de ouvir já dá pra saber que o cotovelo tá doendo ou o coração tá partido. E olha que nem preciso tá na fossa pra ouvir o Rei.

Sim, ele carrega um título de realeza e muitos súditos que o acompanham aonde quer que vá. Com a voz mansa e uma risada que já virou marca registrada, o cantor Roberto Carlos faz parte da história da vida de muitas pessoas. Afinal, quem ao menos uma vez não assistiu o Especial de Fim de Ano que ele apresenta há mais 40 anos na Globo? Eu devo admitir que faz uns anos que não vejo o Especial dele completo, mas sempre dou uma olhadinha quando tá passando. É meio tradição. Apesar que tenho achado ele muito modernoso nos últimos anos, cantando até uns funks. Eu prefiro o “Robertão de raiz”, mas entendo que a renovação é necessária na carreira de qualquer artista.

Pra quem não conhece nadica da história dele, Roberto começou a carreira no início da década de 60 meio influenciado pela Bossa Nova, mas logo mudou seu repertório e partiu para o rock. Ao lado de Erasmo Carlos e Wanderléa deu origem a Jovem Guarda, considerado o primeiro movimento musical do rock brasileiro. O cantor também fez alguns filmes, como Roberto Carlos em Ritmo de Aventura, Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa e Roberto Carlos a 300km por hora. A partir da década de 70, mudou de repertório e entrou na fase romântica, que dura até hoje.

Muito discreto, sempre manteve a vida pessoal longe dos holofotes. Foi casado três vezes e tem apenas dois filhos. A família já inspirou algumas canções de Roberto, como “Lady Laura” e “Meu querido, Meu velho e Meu amigo” que fez para os pais e As Flores do Jardim da Nossa Casa, que fez para os filhos. No ano passado parece que Roberto andou se apaixonando por uma moça do Rio de Janeiro, rolaram várias reportagens, dizendo inclusive que o Rei era maior stalker com a menina. Mas acho que não deu em nada e ele continua solitário. Uma pena, porque tá aí um cara que merece ser feliz.

Em seu repertório romântico muitas de suas canções são sobre perda, solidão, desilusões, amores perdidos, saudade e afins. Foi difícil pra mim escolher apenas sete… Mas acabei pegando minhas favoritas na vibe ‘dor de cotovelo’ e ‘coração partido’ do Rei. Dá uma olhada no que escolhi e solta o som:

As Canções que Você Fez pra Mim
“É tão difícil olhar o mundo e ver
O que ainda existe
Pois sem você meu mundo é diferente
Minha alegria é triste”

Custe o que Custar
“Já não sei dizer se sou feliz ou não
Já nem sei pra quem dou meu coração
Eu quero ter alguém que possa compreender
Minha desilusão”

De Tanto Amor
“Ah eu vim aqui amor só pra me despedir
E as últimas palavras desse nosso amor
Você vai ter que ouvir”

Outra Vez
“Das lembranças que trago na vida
Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim sinto você bem perto de mim
Outra vez”

Palavras
“Eu fiz daquele amor o meu sonho maior
Minha razão de tudo
Foi pouco que restou de tudo que existiu
Recordações e nada mais”

Pede a Ela
“Diz que agora ando
Solitário e sem amor
Que você só procurou por ela
Porque viu a minha dor”

Ternura
“Uma vez você falou que era meu o seu amor
E ninguém ia separar você de mim
Agora você vem dizendo adeus
Que foi que eu fiz pra que você me trate assim?”

E aí, o que acharam da minha seleção? Conta pra mim quais são as suas canções favoritas do Rei.

Compartilhe
AnteriorNaomi Watts: a rainha dos remakes
PróximoDiCaprio e o Oscar que AINDA não veio
Gabriela Silva, mais conhecida como Petit Gabi é uma paraense que já morou em algumas cidades, mas que encontrou seu porto seguro em São Paulo. Uma redatora que adotou a escrita como hobby. Amante de livros, gatos, Chico Buarque...