Compartilhe

Ele conseguiu chamar atenção de todos com um projeto bem diferente e ousado. Com muita desenvoltura, Tunisio nos leva a uma viagem por ângulos inusitados de um dos principais pontos turísticos da cidade de Salvador.

O baiano Tunisio Alves Filho é administrador de empresas e apaixonado por fotografia. Ele costumava fotografar os principais pontos turístico de Salvador e compartilhar suas fotos em sites e redes sociais, mas o que começou apenas como um hobby foi se tornando cada vez mais forte na vida desse baiano. Então, surgiu a ideia de criar o projeto “Um Farol, 365 Clicks” – que tinha o objetivo de mostrar 365 ângulos diferenciados do Farol da Barra, um dos principais cartões postais da capital baiana. E ele conseguiu!

Todos os dias ele postava uma foto diferente, no site criado especialmente para o projeto. Agora realiza uma exposição física no Museu Náutico da Bahia (dentro do Forte de Santo Antônio da Barra). A mostra leva uma seleção de 100 fotografias do projeto e fica em cartaz de terça a domingo, até o dia 25 de novembro de 2012. Abaixo, confira a entrevista que fizemos com ele:

Ativar Sentidos – Olá Tunisio, de onde surgiu sua paixão pela fotografia?
Tunisio Alves Filho
– Sempre tive interesse pelas artes em geral: design, desenho, pintura, música… A fotografia é um dos meios em que me aventuro. Pela praticidade e pelas inúmeras possibilidades.

AS – Você é administrador de empresas por formação e fotógrafo autodidata. Profissionalmente, ainda atua como administrador ou se dedica somente a fotografia?
Alves Filho
– Sou administrador em tempo integral. Tenho a fotografia apenas como lazer, embora tenha levado, cada vez mais, este lazer a sério.

AS – Desde as invenções de Daguerre e Niépce, passando por Hércules Florence até chegar ao Brasil. Quem mais te influenciou no mundo da fotografia?
Alves Filho
– Não tem um nome específico. Hoje em dia temos acesso a milhares de fotos e fotógrafos todos os dias. O meu trabalho sofre influencia de tudo e todos que vejo em blogs, sites, revistas, nas redes sociais… A maior parte dos trabalhos que acho bacana, são de fotógrafos “não-famosos”.

AS – Você pretende atuar em outras áreas da fotografia, como propaganda ou fotojornalismo?
Alves Filho
– Não é muito a minha praia.

AS – Como surgiu a ideia do projeto “Um Farol, 365 Clicks”?
Alves Filho
– Comecei fotografando os principais pontos turístico de Salvador e compartilhando as fotos no site www.soteropoli.com (que também conta com a participação de mais de 100 fotógrafos). Montei esse site com um propósito bem simples: mostrar as coisas boas e belas da cidade através da fotografia, sempre correndo atrás de ângulos inusitados. Depois de rodar a cidade toda com a desculpa de publicar as fotos no Soteropoli, precisava inventar algo novo que me mantivesse motivado a continuar fotografando. A ideia dos 365 clicks é a de justamente forçar a experimentar e explorar as mais diversas técnicas fotográficas, publicando fotos todos os dias.

Um Farol, 365 Clicks.
Click 228, pertencente ao projeto “Um Farol, 365 Clicks”.
Um Farol, 365 Clicks.
Click 54, pertencente ao projeto “Um Farol, 365 Clicks”.
Um Farol, 365 Clicks.
Click 184, pertencente ao projeto “Um Farol, 365 Clicks”.
Um Farol, 365 Clicks.
Click 307, pertencente ao projeto “Um Farol, 365 Clicks”.

AS – Você poderia escolher diversos pontos turísticos da cidade. Por quê decidiu fotografar o Farol da Barra?
Alves Filho
– O Farol da Barra é um dos pontos mais fotografados de Salvador, só que as fotos que a gente vê são muito parecidas. O farol e o seu entorno possuem diversos elementos que podem ser trabalhados na fotografia, mas são pouco explorados. São vários os motivos que me levaram a escolher o Farol da Barra, um deles foi pelo desafio de fotografar um local tão clicado e tentar trazer fotos inusitadas. Isso sem falar que o Farol está em um dos pontos mais bonitos da cidade.

AS – O projeto surgiu na internet e agora está sendo realizada uma exposição física no Museu Náutico da Bahia (dentro do Farol da Barra). Já existem propostas para levá-la a outras cidades do Brasil?
Alves Filho
– Por enquanto não, mais é algo a ser pensado. A próxima etapa do projeto é trabalhar na edição de um livro com as fotos.

AS – A receptividade do público tem sido muito positiva. Como os críticos e profissionais da área tem reagido frente a seu trabalho como fotógrafo?
Alves Filho
– O feedback que tenho recebido tem sido muito positivo. O projeto tem sido bem aceito por outros fotógrafos, amantes da fotografia e o público em geral.

AS – Quais suas expectativas em relação a este projeto?
Alves Filho
– A expectativa inicial era o de conseguir executar os 365 clicks e chegar ao final do projeto com algumas fotos bacanas. Dessa forma, fiquei feliz e com o sentimento de objetivo alcançado.

Um Farol, 365 Clicks.
Click 326, pertencente ao projeto “Um Farol, 365 Clicks”.

AS – O que você pretende fazer daqui para frente? Existe a possibilidade de realizar projetos similares, fotografando outros pontos turísticos de Salvador?
Alves Filho
– Agora é não perder o ritmo e continuar fotografando. O que não faltam são ideias para novos projetos. Com certeza vou tentar continuar mostrando as coisas bacanas da nossa cidade e da nossa cultura através da fotografia. Aproveito para convidar os leitores do Ativar Sentidos a visitarem minha exposição no Museu Náutico da Bahia e conhecer o site do projeto.

* Agradecimento especial a Tunisio Alves Filho que gentilmente cedeu as imagens de seu trabalho. Entrevista realizada por Edvando Junior.