Início 6º SENTIDO Foda-se a sua superficialidade vazia!

Foda-se a sua superficialidade vazia!

1272
Compartilhe

Faça-me gozar, por favor! Pessoas que acham que isso é tudo me deprimem. Porque é pouco e porque se parece com algo que qualquer um poderia ter. Comum, comum, muito comum. E eu sempre gostei do diferente.

AMOR - sentimento que une dois corações.
AMOR, um sentimento que percorre veias e artérias unindo dois corações. Foto: Reprodução

O que vem sendo oferecido por aí é sempre o ato em si, às vezes com o vazio, muitas vezes com baixaria e fantasia, poucas vezes com carinho, raras vezes com amor. Tudo sempre igual, o ato de prazer e nada mais. E o pior ainda é o ato falho – uma foda tão normal que quando se ejacula não tem a sensação de ter gozado. De que adianta chegar ao quarto ou quinto clímax sem sentir que foi algo diferente.

Homens adoram mulheres de unhas grandes, que gemem alto enquanto estão gozando em seu pau. Como se fosse um ato de coroar seu macho que espera no altar, sentado em uma ostensiva cadeira de rei. O problema é que eu quase sempre espero algo mais profundo, como uma verdadeira rainha.

Algumas pessoas têm teorias que considero idiotas, como a que sempre se goza liberando sêmen ou ejaculando. Eu custo a aceitar algo tão fugaz. As pessoas seriam mais felizes se fossem menos preocupadas e amassem mais. É sempre nojento alguém que quer gozar sempre daquele jeito burocraticamente físico. É apenas prazer e nada mais. Foda-se o seu sentimento. Foda-se a simplicidade. Foda-se a sua sensibilidade. Foda-se o romantismo. Foda-se o encontro de almas. Foda-se o papai e mamãe, e a titia e o titio, foda-se todo mundo, porque agora ele quer apenas te usar para fuder e fuder mais. Pronto, foda-se! A fêmea gemeu e o macho ficou satisfeito. Então comece a chorar. Senão, ele irá fazer uma expressão de tristeza, como sinal da sua insatisfação por não sentir as lágrimas molharem o seu ego masculino. Mas se for para chorar, chore com vontade, com prazer, com verdade. Não chore só pelo ato vazio. Chore por tudo o mais.

SEXO, prazer intenso e passageiro.
SEXO, prazer intenso e passageiro. Foto: Reprodução

O dia em que coloquei uma unha postiça e gemi bem alto. Aparentemente foi delicioso, mas não significou muito para mim. Mais do que o ato sexual, é sentir-se prazerosamente satisfeito com o seu companheiro. Goze da vida a dois. Seja diferente. Faça diferente. Eleve o espírito para elevar os sentidos. Goze com a alma. Trepe com o coração. Esqueça o ato pensável e mergulhe na profundeza da alma do seu verdadeiro valor.

Quando eu fui rainha, eu ri, e foi um riso de amor, um riso que só quem já foi coroada sabe. As relações puramente sexuais que me perdoem, mas sentir-se amada é melhor do que uma boa trepada.

Foda-se a sua superficialidade vazia. Erótico é o amor!