Início 6º SENTIDO Pensar Poético É que você trouxe mais vida para minha vida

É que você trouxe mais vida para minha vida

Compartilhe

Sobrevivi para conhecer uma flor, profunda e genuína em cada uma de suas pétalas. Meu coração que havia congelado foi derretido por um único sorriso teu, e eu acabei nutrindo um roseiral de sentimentos por você. Até roubei as ferramentas de um jardineiro só pra te cuidar e te acarinhar.

A Boca, um autorretrato de Laila Guedes.
Autorretrato por Laila Guedes.

Você é tão discreta, sincera, as vezes séria. Mas quando abre aquele sorriso o universo inteiro para. Não o univeeerso inteiro, sabe? Quero dizer que o meu universo inteiro para pra vê-la, e quando me dou conta já estou meio bobo olhando fixo pra ela, desejando o olhar dela no meu, o sorriso dela pra mim. Ela é assim, tipo um passarinho. Chega perto, faz biquinho. Pousa pra foto e quando se assusta, voa pra longe. Pra alguma casinha na árvore onde ela se sinta segura, onde ninguém possa tocá-la. Já eu sou como um beija-flor que visita a mesma estufa todos os dias procurando aquela flor, pra beijar.

Sabe o que é? É que você trouxe mais colorido pra minha vida. Me fez sonhar alto. Querer viver mais e mais. Pintou o 7, o 8, o 9, o alfabeto inteiro. E justo eu que sempre gostei de combinações em preto e branco, fui tomado por uma sensação multicor.

Sabe aquelas festas indianas que jogam pózinho colorido pra todos os lados? Ela tinha um monte deles e carregava cada frasco na bolsa. Jogava pózinho colorido na minha cara e dava aquela gargalhada. Me ajudou a mergulhar numa abundância de cores que eu nem sabia que existia, e até o arco-íris passou a ter um novo significado pra mim. Foi assim que ela chegou colorindo tudo, e sem perceber comecei a gostar da cor vermelha, mesmo sabendo que a minha cor preferida é azul. Ou era.

Sabe o que é? É que aquele batom vermelho transformou o meu azul preferido em outras cores. Aquela boca não sai da minha cabeça. Vermelha, alaranjada, pálida, rosada… Tudo girava em uma paleta de cores e combinações infinitas. Cintilando, brilhando, desenhando o contorno dos lábios dela. Daí eu passei a reconhecer todos os tons que ela usava, mesmo não sabendo nada sobre batons.

No fundo, no fundo, ela deve me achar um louco. Um cara que viaja na maionese, no ketchup, na mostarda… Que tem uma imaginação fértil demais. Sabe aquele tipo que mistura tudo e faz um molho rosê? Pois é, esse sou eu!

Eu sei que é melhor viver do que sonhar, mas sonhar também é bom. Eu sei que é muito melhor fazer do que falar, mas falar também se faz necessário. Afinal, o que seria da ação se não fosse a palavra para nos impulsionar? E o que seria da realidade se não fossem os sonhos pra realizar?

Eu sei que sempre vai ter uma espécie de lente amplificando meus defeitos, dizendo que não sirvo pra essa coisa de paixão, amor, tesão. Mas eu prefiro acreditar que pra tudo na vida tem um jeito, basta encontrar o seu e o meu.

Sabe o que é? É que você trouxe mais vida para minha vida.

Compartilhe
AnteriorAnimais Fantásticos e Onde Habitam
PróximoPequenas memórias de um Natal feliz
Cadeirante, cidadão, designer gráfico, apaixonado por projetos de sustentabilidade e tudo que diz respeito a preservação da natureza. Fundador do site Ativar Sentidos e idealizador do projeto social Natal Solidário. Atualmente, segue viajando no mundo das palavras.