Início 6º SENTIDO Não tenha medo de AMAR

Não tenha medo de AMAR

610
Compartilhe

Nós seres humanos somos mesmo muito complicados. Crescemos esperando um dia encontrar o amor e quando ele finalmente surge na nossa frente, nos protegemos dele. Criamos uma enorme barreira, uma armadura de titânio, uma lista de características (para nunca serem preenchidas) e outra com aquelas prioridades que de maneira alguma podem ser negligenciadas em virtude de um possível amor. Tudo balela! Artifícios para maquiar o real problema: a nossa covardia.

Um casal apaixonado by Kayan Freitas
Um casal apaixonado. Foto: Kayan Freitas

As pessoas tem medo do amor. Nós temos medo de amar. Porque amar significa se despir de todo o fascínio e excitação do jogo da conquista, e mergulhar no marasmo da certeza do sentimento do outro e do nosso próprio sentimento. Amar significa abandonar nosso ego e nos responsabilizar pela construção de algo maior, algo conjunto. Deixamos escorrer por entre os dedos as mais saudáveis chances de descobertas e de crescimento pessoal alegando que não queremos nos envolver. Leia-se: tenho medo de amar.

E ainda assim existe propósito mais nobre ou sentimento mais pleno, que amar? Não é possível defini-lo, limitá-lo ou conceitua-lo mas é possível senti-lo, vibra-lo e canaliza-lo. Não há aventura mais incerta, emoção mais intangível, experiência mais radical. Nada nos aflige mais do que não podemos racionalizar. Nascemos para aprender a evoluir junto àquilo que não podemos controlar, nos perdendo pela vida e atravessando nossa zona de conforto, pois para vencermos nossos medos só arriscando. E para vencer o amor só existe uma maneira: amar. Não existe remédio para o amor além de amar mais, e quem não amou simplesmente não viveu.

Não tenha medo de AMAR by Kayan Freitas
“Não existe remédio para o amor além de amar mais”. Foto: Kayan Freitas
Não tenha medo de AMAR by Kayan Freitas
Não tenha medo de AMAR. Foto: Kayan Freitas

A vida vai seguir independente de termos aproveitado as oportunidades que ela esfregou na nossa cara ou não. Todo ser humano um dia vai precisar construir algo para chamar de seu, vai querer ter alguém a quem retornar e vai desejar um ponto de apoio para compartilhar a sua vida. É a lei mais básica da natureza, a busca da parceria perfeita para a convivência, e todos nós vamos chegar lá. E é aí que mora a diferença. Quem se arriscou, amou, sorriu e chorou vai estar consciente do que realmente procura e de como relacionar-se funciona. Quem nunca se permitiu entregar acabará construindo uma relação por pura conveniência, e simplesmente preencher um vazio devastador ao invés de ter evoluído através do único propósito legítimo da vida: AMAR.

* Agradecimento especial a Kayan Freitas, que gentilmente cedeu as imagens de seus trabalhos.

———————————————————————————————————————————————-

Mariah ZnukMariah é gaúcha, irreverente, estuda Design e gosta de escrever nas horas vagas. Apaixonada pela natureza e por todas as formas de expressão artística – é viciada em filosofias alternativas, não vive sem música e adora uma polêmica. Aquariana até o último fio de cabelo, ama tudo o que foge do dito normal e acredita que a melhor maneira de fazer as pessoas acordarem, é dando-as um choque de realidade.

Compartilhe
AnteriorJoão Carlos Martins: A Música Venceu!
PróximoSanto Antônio – O Padroeiro Forte

Gaúcha, irreverente, estuda Design e gosta de escrever nas horas vagas. Apaixonada pela natureza e por todas as formas de expressão artística – é viciada em filosofias alternativas, não vive sem música e adora uma polêmica. Aquariana até o último fio de cabelo, ama tudo o que foge do dito normal e acredita que a melhor maneira de fazer as pessoas acordarem, é dando-as um choque de realidade.

  • Eduardo Essarts

    “uma relação por pura conveniência, e simplesmente preencher um vazio devastador”, essa é a mais pura verdade, que vontade de gritar pro mundo isso!!! que texto excelente… parabéns!

    • Mariah Znuk

      É, e a verdade as vezes dói. Mas tem à seu favor a pretensão de ser honesta.
      Obrigado pelo comentário e pelos parabéns!!

  • Eu nunca tive medo de amar ninguém q já amei, mas sempre acabo achando q as mulheres tem medo de amar. Meu carma, haha! Lindo texto, belíssimas imagens. Parabéns Mariah!

    • Mariah Znuk

      Acho que a coisa mais linda que li esses tempos foi que amor é filosofia. Tão profundo! É entregar sem esperar receber, compreendendo que viver aquilo por si só já faz um bem gigantesco. Quanto mais cedo as pessoas observarem que tudo o que é maior n
      na vida vem do amor (amizade, compaixão, cortesia…) melhor para todos. Obrigada querido! Beijão

      • Concordo contigo! É isso q fiz e continuarei fazendo para todo sempre: amar sem esperar nada em troca; entregar sem esperar receber. Isso realmente faz um bem danado.