Compartilhe
Seja mais confiante através do olhar.
Olhares que nos levam pra longe. Foto: Reprodução

Fale um pouco mais alto. Não estou conseguindo te escutar no barulho do seu olhar. Então, faz o seguinte: olha aqui no meu olhar, sem desviar. Consegue ver o quanto você me tem dentro de ti? Às vezes me pergunto como pode haver tantas coincidências no encontro de dois seres em um único olhar. Eu nem te toquei, e nem precisava. Mas estou te olhando, encantada com o seu olhar.

Continuo a te olhar, não consigo parar… Continuo olhando teu olhar no meu olhar… Continuo encantada. Só de lembrar sinto tamanha felicidade. Ele me quer e tenta disfarçar. Pisca sem parar, mas eu descubro na timidez do seu olhar o desejo que vem de lá. Chego a ter medo quando você me olha. De canto de olho, sem pressa, você aperta um pouco os olhos miúdos que me tocam por dentro. Você me olha.

Olhares que se encontram. Olhares que me prendem por um segundo em um momento eterno que não sei bem o motivo. Olhares que me dizem a razão de estar aqui, sem motivo eu me perdi. As dúvidas que ainda estão em mim são as mesmas de quanto te vi. Seu olhar conta tudo que um dia eu pedi aos céus. Teus segredos, meu medo de estar aqui, escondida nesse olhar tão profundo.

Quem me dera se você tivesse percebido como nosso encontro foi especial e raro. E se unisse a mim quando nosso olhar se encontrou na pureza de nós dois. Sem maldade, estou a te olhar caminhando bem distante de mim. É a saudade que aperta. A mesma que um dia me fez tão feliz. Diante de ti, de mim, não sei bem quem é quem quando estamos nos olhando assim.

Quem me dera ter seu olhar aqui sempre comigo. Olhares que me dizem sobre sentimentos escondidos, sem razão de estar aqui. Pensamentos que rondam e me cercam a todo instante, me fazem lembrar de ti. Acordo as três e pouca da madrugada numa agonia que só passa quando escrevo palavras dessa agonia. Pensamentos fortes que não me deixam dormir até se tornarem manuscritos diante de olhares de quem consegue sentir.

Ilustração hiper-realista mostra a tristeza no olhar.
Seus olhos aparentemente tristes são tão belos. Autor: Desconhecido

Olhares que se declaram no simples piscar. Que delícia esse silêncio que fala por nós quando seu olhar, por um breve instante, encontra o meu. Já cheguei a pensar que teu olhar era de tristeza. Mas ao mirar teus olhos nos meus, logo percebi que era saudade. Seu olhar alegremente sorriu de saudade quando retornou ao aconchego dos meus olhos que falam com a doçura de uma criança que só quer carinho.

Quem me dera desfrutar dessa paz que sinto quando me olha contemplando as cores escondidas aqui dentro de mim. Teu olhar no meu olhar faz o tempo parar. Vai, vem, me diz… A verdade me excita. Ou apenas me olha com esse seu olhar que me diz o porque de estarmos aqui juntos outra vez. Por um instante me perdi, mas jamais confundi a certeza que tive ao te encontrar dentro de mim. Faz parte desse nosso jeito de olhar um para o outro, sem dizer nada dizendo muito. Já que a sua boca não teve coragem de dizer tudo que o seu olhar revelou.

Olhares que tem o poder de me fazer sentir o profundo que há em mim. Sensações que são suas e refletem em mim, deixando de ser apenas de um para se tornar a única paz de dois seres que se encontram. Nossos olhares sintonizaram com o universo infinito de nós dois. Somos um. Olhares que nos dizem o motivo de estarmos aqui.

Quem me dera se a força desse olhar conseguisse decifrar todos os meus segredos. Pela curvatura que vai de ponta a ponta como um sorriso ao contrário, quem me dera tê-lo aqui só pra me olhar. Esses olhinhos cheios de luz que me fazem endoidecer. Fiz força para saber qual era a coloração interna. Em volta um castanho escuro brilhante e no centro a sua pupila estava pouco dilatada. Eu feliz e inocente chegando, me aproximei como quem busca um refúgio para desconectar de tudo. Senti o seu cheiro ao chegar mais perto e meus lábios encontraram o seu olhar.

Almas que se encontram para namorar.
Almas que se encontram. Foto: Reprodução

Ainda não compreendi os motivos que me levaram a te beijar no olhar, apenas sigo minhas vontades e meus desejos. E é bem verdade que quero te fazer apaixonar. Se o brilho se mistura em nossa alma profunda. É que olhares diferentes vivem juntos ao se olharem constantemente. É a energia dos amantes na dança dos olhares. Responde todas as perguntas. Eu te olho, e me pergunto – qual era mesmo a dúvida?

  • Geo Vieira

    Parabéns Lalinha pela sua sensibilidade e capacidade de expressar seus sentimentos, e parabéns tb para o dono deste olhar. Quem me dera se tivesse no meu olhar a força deste olhar. Sucesso sempre! Sou seu fã.

    • Laila Guedes

      Geo, você é o único que sempre comenta em meus textos. Um Fã de verdade, agradeço o carinho! Bjs

      • Geo Vieira

        Lalinha, comentar seus textos é o mínimo que posso fazer pra agradecer a onda de sentimentos que eles me remetem. Cada um deles mexe comigo de alguma maneira. Parabéns de verdade. Sucesso. Bjsss

  • Ju

    Laila, descobri esse site meio que por acaso. Li um texto seu há dias atrás e me deparo hoje com este, nossa, parabéns de novo! São poucas as pessoas que conseguem exprimir o que sente. Vc brinca com o universo das palavras, rs. Pelo jeito, percebe-se que vc escreve sobre o que te toca né?! Acredito que esteja numa fase de descoberta de alguém, daquele início gostoso entre o gostar e o amar 🙂