Início 6º SENTIDO Terra à Vista

Terra à Vista

Compartilhe

É terra à vista após uma longa viagem por mares revoltos cuja profundidade fica para lá da mente humana, para lá de todos os abismos, para lá de todo o alcance.

Morning Trees
A névoa da manhã que emerge em meio as árvores de Coigny, na França. Foto: Reprodução

A tripulação sobreviveu, as velas quase desfeitas pelo vento ensandecido, sem freio e destemido, valente e corajoso que se debateu contra elas, tornaram-se bandeiras de resiliência.

Os mastros firmes que suportaram a luta entre o vento e as ondas do mar, mesmo que um pouco destruídos tiveram a força necessária para chegar a bom porto.

Humildes, os tripulantes agradeceram às ondas do mar, à tempestade, ao vento que se debateu contra o navio, porque apesar de tudo valeu a pena essa travessia. Afinal, também atravessaram o mar debaixo dos calorosos raios de Sol, sentiram as frescas e revigorantes gotas de água salgada a salpicar os seus rostos, os seus corpos despidos de mágoas e alma aberta à vida.

É terra à vista! Após a tempestade veio a bonança, após o medo o alívio, após o desconforto o reconforto, o saldo da aventura, o abraçar do incerto e desconhecido, mente aberta e estruturada.

É a nossa vida, na busca de tudo o que é importante para que tudo faça sentido, para que tudo seja claro e bem aprendido. Mares, oceanos, rios, ribeiros, cascatas a serem desbravadas, com todo o respeito devido pela nossa natureza e por todas as Naturezas, mesmo que aparentemente confusas e indefinidas. Diques que se irrompem deixando a vida fluir, obstáculos que nos impedem de ver e, como que um milagre, a coragem os evapora e tudo se vislumbra.

———————————————————————————————————————————————-

Ana Luísa NevesAna Luísa Neves, Portuguesa, Psicopedagoga. Trabalhei na Informação Médica, mas agora integro, com muito prazer, dois projectos relacionados com a saúde e geriatria. Tenho paixão pela música, pela leitura e escrita, ou não fosse eu uma mulher de longas paixões. A amizade tem um valor incalculável, o que contribui para o meu lema: Fazer o bem, faz e faz-me bem! Seu blog pessoal é o Coisas da Vida e o twitter @analuisanesi.

Compartilhe
AnteriorSinkane Multicultural
PróximoProjeto Studio62 e seus novos vídeos

Portuguesa, Psicopedagoga. Tenho paixão pela música, pela leitura e escrita, ou não fosse eu uma mulher de longas paixões. A amizade tem um valor incalculável, o que contribui para o meu lema: Fazer o bem, faz e faz-me bem!