Compartilhe

Quando parei para analisar o que seria um estilo de vida saudável fiquei perdida com tanta informação. Coma mais proteína, controle o açúcar e os carboidratos, faça exercícios, corte o glúten, cuidado com a lactose… Dá pra parar com tantos nomes científicos assim? Eu não os vejo em meu prato e nem no meu dia a dia. Definitivamente não quero entender ‘vida saudável’ como regras e padrões preestabelecidos, pois percebo que eles mudam constantemente. Em um momento você não pode consumir algo, e em menos de 24 horas esse algo vira um santo remédio.

Diante desse cenário quase ditatorial, fui buscar informações mais abrangentes e me vi encaixada em um modelo de consciência. Um modo de viver que respeite o meu corpo, o meio ambiente e principalmente o meu próximo. Ter como consequência uma vida plena.

Ser saudável vai muito além de uma mesa farta de alimentos ditos “bons” e uma ou duas horas de academia (mas não quero dizer que eles não são importantes). Vida saudável é a pura e simples vida para mim, o que me liga à terra e aos seres que estão nela.

Quer saúde na alimentação?

Coma produtos frescos e sem o uso de pesticidas, pois estes agrotóxicos além de te envenenarem também irão destruir a vida das pessoas que trabalham semeando a terra. Prepare também suas refeições, o máximo que você puder. Ouse nos temperos, experimente novos sabores, novos ingredientes e desfrute de um prazer inimaginável e cheio de saúde.

Quer um corpo ativo?

Se movimente! Trabalhe contente, levante para ajudar ou pedir ajuda, caminhe na praia ou corra se preferir, colha flores e arrume a casa. Namore! Vá pra noite e dance se sozinha estiver. Deseje simplesmente uma noite legal, sozinha ou acompanhada. Dance em frente ao espelho (essa eu faço sempre, e adoro!) e veja o qual perfeito são seus movimentos, o como você é linda e sensual… Enfim, viva com vontade. Viva o movimento, seja ele como e onde for. Não deixe a preguiça te controlar. Não deixe que a rotina vire rotina e seu corpo seja somente uma máquina controlável pelos outros. Sinta-o!

Vida saudável - corrida ao entardecer.

Entenda que suas escolhas devem ser variadas até porque seu dia nunca será igual. Você pode por exemplo, colocar no seu prato brócolis ou batata doce, mas não conseguirá tê-los todos os meses do ano porque as frutas e verduras só dão no tempo certo. Não force a vida porque assim você perde o sabor das estações. Pense nisso e descubra maravilhosos sabores em cada época do ano!

Assim como a natureza nós também temos fases. No verão, gosto de caminhar às 5 da manhã. Na primavera, ando de cavalo entre as pastagens lindas, e quando na cidade estou, a bike me serve perfeitamente bem. No outono, gosto de dançar. Enquanto no inverno, eu prefiro namorar. Gosto de mudar. Preciso fazer coisas diversas para não sufocar! E você, já parou para se perguntar o que gosta/quer fazer ou apenas foi atrás da multidão?

E para finalizar, uma música dos Engenheiros do Hawaii surge em minha mente…

Um dia me disseram
Que as nuvens não eram de algodão
Um dia me disseram
Que os ventos às vezes erram a direção
Quem ocupa o trono tem culpa
Quem oculta o crime também
Quem duvida da vida tem culpa
Quem evita a dúvida também tem
Somos quem podemos ser
Sonhos que podemos ter

Somos quem podemos ser”, isso sim leva à uma vida saudável.