Compartilhe

Desde os nove anos de idade, Paige Bradley já sentia que iria ser uma artista. Ela já desenhava desde de muito nova e aos dezessete anos começou a lançar seu trabalho em bronze. Trinta anos depois, ela continua criando verdadeiras obras de arte, que comunica a condição humana e parece estar vivo no mundo de hoje. A artista não se preocupa necessariamente com a estética do bonito, e sim em fazer algo parecer real e duradouro. A obra Expansion exposta em Nova York, aprofunda os temas da contenção e da liberdade, escondendo e revelando. Inspirada na própria conexão da artista com ela mesma e o mundo, não precisou de modelo para criar a estátua.

A figura feminina assemelha-se a Bradley, sentada em posição de lótus, fazendo Yoga. E ganha vida quando os raios solares ilumina o quarto Chakra, mais conhecido entre os ocidentais como chakra do coração. Localizado entre os seios da estátua, no centro do peito. A luz que irradia dentro dela escapa através de fissuras irregulares, e as rachaduras de sua “pele” em bronze revela sua consciência em expansão, como pode ser observado.

Expansion, escultura feita por Paige Bradley.

Originalmente a arte figurativa não deveria apresentar nenhuma fissura, mas quando a artista estava finalizando o trabalho, a peça caiu no chão quebrando-se em vários pedaços, resultando no seu estado atual. Em sua restauração, Paige Bradley deu um novo significado a figura, o da força interior que resiste a destruição. Sua libertação ameaça a integridade do recipiente físico para si mesmo. Acredita-se que desde o momento em que nascemos, o mundo tende a ter um recipiente já construído para caber dentro de nós: um número de segurança social, um gênero, uma raça, uma profissão ou um Q.I. Contudo, a artista se questiona: “Nos reconhecemos mesmo ao ponto de poder expandir além de nossos corpos? Nós ainda assim seríamos capazes de existir se não pudéssemos nos conter?”

São questões ainda não respondidas. Mas podemos contemplar a arte de Paige Bradley (acesse o site oficial e conheça seus outros trabalhos), que nos leva a refletir conceitos e valores sobre o amor próprio e o amor ao próximo. E buscar a força interior e iluminação da personalidade-alma para melhorar questões como: o acúmulo de mágoas, rancores e todos os outros ressentimentos afetivos que geram energia negativa e depressiva.

Expansion by Paige Bradley in New York.

Experimente. Em posição de lótus, feche os olhos, respire o momento, medite. Sinta sua alma irradiar luz no centro do seu peito. Sinta seu corpo astral. Eleve a expressão máxima da plenitude humana. Sinta os raios solares inundarem seu chakra. Essa é a ponte entre as energias cósmicas espirituais, com nossa energia emocional e nossos desejos, sonhos, nosso contato com mundo manifestado. Liberte-se e entre em Expansão!