Início VISÃO ARRIVEDERCI AMORE, CIAO: diário de um crápula

ARRIVEDERCI AMORE, CIAO: diário de um crápula

173
Compartilhe

Depois que finalizei a leitura de ARRIVEDERCI AMORE, CIAO: diário de um crápula, corri para o dicionário afim de pesquisar o significado exato da palavra “crápula”, imaginando qual definição se encaixaria melhor ao personagem principal, Giorgio Pellegrini. Para minha surpresa, todas elas.

O escritor e dramaturgo Massimo Carlotto.
O escritor e dramaturgo Massimo Carlotto. Foto: Reprodução

Giorgio se associou a uma organização “clandestina, comunista e combatente” através do convite de um colega. Muitos anos depois, foi condenado à prisão perpétua por crimes como associação subversiva e alguns atentados (que ele considera desimportantes), além da bomba que ele e um amigo italiano detonaram em frente à Associação Industrial e que matou um guarda noturno. Segundo Giorgio, o guarda teve azar, pois esqueceram de checar se havia algum vigia no local.

Souberam da condenação quando já estavam na França, para onde fugiram depois de descobrirem que uma garota com quem Giorgio havia ficado delatou-os para a polícia.

Para mim, é difícil escrever ou falar bem de um livro cujo personagem principal tem o perfil de Giorgio. Seu vício em sexo violento, com submissão física e psicológica das mulheres com quem se relacionou não é dos mais agradáveis.

A facilidade psicológica que ele tem de se livrar de qualquer pessoa que o impeça de alcançar sua reabilitação me deixou um pouco incomodada. Mas eu confesso: durante toda a leitura, torci para que ele conseguisse voltar a ser (ao menos burocraticamente) um civil livre.

Enquanto pensava sobre a dificuldade em escrever sobre o ARRIVEDERCI AMORE, CIAO: diário de um crápula, lembrei-me de Match Point. Um filme do Wood Allen, cujo personagem principal também não tem tanto escrúpulo quanto exige o público de um personagem na condição de principal.

Minha sugestão é a de que o livro seja lido! Trata-se de literatura italiana e não convencional, que me envolveu muito durante as poucas páginas impressas. Sem deixar de mencionar que é um livro leve pra carregar.

Vale a pena se aventurar sim! Mas… por favor! Sem tentar ser crápula!

* Artigo 178 do código penal italiano:
A reabilitação anula a pena acessória e qualquer outro efeito penal da condenação, a menos que a lei disponha de outra forma.

* Artigo 179 do código penal italiano:
A reabilitação é concedida após cinco anos decorridos do dia em que a pena terminou de ser cumprida ou foi anulada de outra forma, desde que o condenado tenha dado provas efetivas e constantes de boa conduta.

* crápula | s. f. | adj. 2 g. s. 2 g.
crá·pu·la
substantivo feminino
1. Devassidão grosseira.
2. Desregramento habitual e.abjeto.
3. Libertinagem.
adjetivo de dois gêneros e substantivo de dois gêneros
4. Que ou quem tem vícios ou hábitos desregrados.
5. Que ou quem é desonesto.

Capa do livro Arrivederci Amore, Ciao - Diário de um Crápula.Ficha Técnica:

Título: Arrivederci Amore, Ciao: Diário de um Crápula
Título original: Arrivederci Amore, Ciao
Autor: Massimo Carlotto
Tradução: Fernando Scheibe
Editora: Vestígio
Lançamento: 2015
Gênero: Romance Policial

Nº de Páginas: 144
Formato: 13,8 x 21 cm
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-8286-089-2
Valor: r$ 29,90
Nota: 😺 😺 😺 😺

Colaboração: Ana Carolina Valente