Início VISÃO Cinema Os atores baianos que conquistaram o Brasil

Os atores baianos que conquistaram o Brasil

11908
Compartilhe

O cinema nacional está na ativa desde 1896, apesar de nunca ter alcançado o status de indústria cinematográfica como EUA e Índia, por exemplo. A maior repercussão do gênero no país ocorreu na época do Cinema Novo, passando por vários altos e baixos, até se estabelecer atualmente com uma produção média de 100 filmes por ano.

Diferente de outros países onde o cinema tem uma força maior e os atores migram do teatro, a maioria dos que atuam em longas brasileiros são advindos de novelas, principalmente as globais. Como as diretrizes são completamente distintas das gravações diárias dos folhetins, tem ator que não consegue a mesma desenvoltura em filmagens cinematográficas, em contrapartida, outros brilham magnificamente.

Nesse ínterim, cabe citar aqueles que têm se destacado em atuações tanto na TV quanto nas telonas. E olha que interessante, grandes nomes do cinema atual vem diretamente do nordeste brasileiro, da Bahia para ser mais específica. E diferente de muitos colegas, eles vieram diretamente do teatro. De revelações a atores consagrados, separamos dez nomes que já fizeram papéis super bacanas em filmes e outras produções nacionais.

1Wagner Moura

Direto da Bahia para o mundo, o talentoso Wagner Moura, 38 anos, é considerado um dos maiores artistas de sua geração. Formado em Jornalismo, chegou a trabalhar como repórter em Salvador, mas foi no teatro que encontrou sua verdadeira vocação. Seu primeiro grande sucesso nos palcos foi com o espetáculo teatral “A Máquina”, de João Falcão. De lá para cá tomou conta também da TV e do cinema. Além de atuar, Wagner também é cantor e tem uma banda chamada Sua Mãe. Em seus doze anos de carreira, Wagner atuou em 23 filmes, participando de longas como Abril Despedaçado (2001) e O Caminho das Nuvens (2003) e protagonizando grandes sucessos como os dois Tropa de Elite (2007-2010), Romance (2008), O Homem do Futuro (2011) e Serra Pelada (2012). Sua estreia em Hollywood foi com o filme de ficção científica Elysium (2013), onde contracenou com os astros Matt Damon e Jodie Foster.

2Lázaro Ramos

O ator baiano Lázaro Ramos.

Ator, apresentador, cineasta e escritor, esse camarada é uma explosão de múltiplos talentos. Diretamente dos palcos de Salvador, assim como o amigo Wagner Moura também estourou com o espetáculo “A Máquina”. Depois desse grande sucesso, trocou a Bahia pelo eixo Rio-SP e passou a atuar em novelas, como Cobras & Lagartos, pela qual recebeu a indicação ao Emmy de Melhor Ator. Casado com a atriz Taís Araújo desde 2011, o ator de 35 anos tem 24 filmes em sua filmografia. Entre eles, sucessos como Madame Satã (2001), O Homem que Copiava (2003), Meu Tio Matou um Cara (2004), Saneamento Básico (2007) e Cidade Baixa (2011), onde também atuou ao lado do amigo Wagner Moura.

3Vladimir Brichta

O ator Vladimir Brichta.

Vladimir não é natural da Bahia, mas mudou-se para o estado com apenas quatro anos, sendo assim considera-se um autêntico baiano. O ator de 38 anos tem uma consolidada carreira na televisão, mas começou no teatro na década de 90. Sucesso na TV com a série “Tapas e Beijos”, Brichta, que é casado com a também consagrada atriz Adriana Esteves, tem 15 filmes em seu currículo. Entre os mais renomados estão Romance (2008) ao lado de Wagner e Letícia Sabatella, A Mulher Invisível (2009), Amor em Quatro Atos (2011), A Coleção Invisível (2012) e Minutos Atrás (2013).

4Daniel Boaventura

O ator baiano Daniel Boaventura.

Daniel Boaventura tem pinta de galã e tem uma legião de fãs que seguem sua carreira não apenas pela sua beleza, mas também pelo talento como ator e cantor. Profissionalmente, estreou em 1991 no teatro com a peça “Zás Trás”. Na TV já esteve em três temporadas de Malhação, nas novelas Laços de Família e Passione, e na série “Tapas e Beijos” junto com o colega Vladimir Brichta. No cinema fez dublagem no infantil Minhocas (2011) e nas comédias Coisa de Mulher (2005) e Odeio o Dia dos Namorados (2013). Considerado o “Rei dos Musicais”, já participou em peças musicais como “A Bela e a Fera”, “My Fair Lady” e “A Família Adams”. Como cantor, Boaventura já ganhou o Troféu Caymmi na categoria intérprete pelo show solo “Pop n’Jazz” e tem quatro discos gravados.

5João Miguel

O ator baiano João Miguel.

Considerado um dos grandes nomes do cinema brasileiro atual, João Miguel, 44 anos, é mais um baiano a ganhar as telinhas e telonas do país. Com experiência de atuação desde os 9 anos, João teve sua formação teatral na Casa de Arte das Laranjeiras, Rio de Janeiro. Estreou no cinema com o filme Cinema, Aspirinas e Urubus (2005) tendo recebido muito prêmios, inclusive no Festival de Cinema de Cannes. Além desse grande sucesso, também atuou em Cidade Baixa (2005), O Céu de Suely (2006), Estômago (2007), Bonitinha, mas Ordinária (2008) e Xingu (2012). Na TV esteve em Cordel Encantado, interpretando o cangaceiro multi disfarces Belarmino, “O Canto da Sereia” e mais recentemente protagonizou a minissérie “A Teia”, todas na TV Globo.

6Luís Miranda

Ator baiano Luís Miranda.

Ator e humorista, Luís Miranda, 44 anos, é natural do interior da Bahia e esteve atualmente na novela Geração Brasil, interpretando o personagem transgênero Dorothy, que causou bastante frisson pelo grau de transformação do ator e pela interpretação completamente feminina. Com 30 anos de carreira, Luís teve seu primeiro papel de destaque na série global “Sob Nova Direção”. Tem 13 filmes em seu currículo, entre eles Bicho de Sete Cabeças (2001), Carandiru (2003), O Signo da Cidade (2007), Jean Charles (2009), Quincas Berro D’Água (2010) e De Pernas pro Ar 2 (2012). Além das novelas e filmes, Luís Miranda fez sucesso por muitos anos no espetáculo teatral “Terça Insana”, um show repleto de monólogos humorísticos de sucesso.

7Fábio Lago

O ator baiano Fábio Lago.

Fábio Lago tem uma veia humorística incrível, mas foi interpretando o violento traficante Baiano, em Tropa de Elite (2007) que ficou de fato conhecido. Nascido em Ilhéus na década de 70, o ator baiano teve outro grande destaque na TV na novela Caras e Bocas, onde interpretou o hilário Fabiaaano. No cinema atuou em O Caminho das Nuvens (2003), Noel – O Poeta da Vila (2005), Cidade dos Homens (2007), Assalto ao Banco Central (2011) e Xingu (2012).

8Érico Brás

O ator baiano Érico Brás.

Os primeiros passos de Érico Brás na carreira artística foram dados no grupo Bando de Teatro Olodum, onde outros grandes atores como Wagner Moura e Lázaro Ramos também começaram a atuar. Ao lado do colega Vladimir Brichta, está a alguns anos na série global “Tapas e Beijos”. Aos 32 anos, Érico fez os filmes Ó Pai, Ó (2007), Quincas Berro D’Água (2010) e O Concurso (2013).

9Emanuelle Araújo

A atriz baiana Emanuelle Araújo.

A bela Emanuelle Araújo começou a carreira artística nos palcos aos dez anos na Companhia Interarte. Natural de Salvador, a cantora e atriz de 38 anos, substituiu Ivete Sangalo na Banda Eva nos anos 2000. Em 2007, despontou na TV na novela Pé na Jaca e não parou mais. Fez as novelas A Favorita, Cama de Gato e o remake de Gabriela. Atuou nas séries “As Brasileiras”, “A Grande Família”, “Louco por Elas” e atualmente está em “Malhação”. No cinema, Emanuelle atuou em Ó Pai, Ó (2007) e S.O.S Mulheres ao Mar (2014).

10Fabrício Boliveira

O ator baiano Fabrício Boliveira.

Natural de Salvador, Fabrício Boliveira tem contato com teatro desde criança. Em seu primeiro trabalho, atuou na peça “Capitães da Areia” e depois disso não parou mais. Sua estreia na TV foi na novela Sinhá Moça em 2006, como o escravo Bastião, e pelo papel ganhou como ator revelação no Prêmio Contigo de 2007. Também fez o papel de Saci no Sítio do Pica Pau Amarelo e atuou nas séries Força Tarefa e Subúrbia. No cinema, Fabrício atuou em A Máquina (2005), 400 Contra 1 – Uma História do Crime Organizado (2010), Tropa de Elite 2 (2010) e Faroeste Caboclo (2013), onde fez sua estreia como protagonista no cinema e faturou o Grande Otelo de melhor ator, no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2014. Ainda em novembro entra cartaz com o longa Trinta (2014) sobre a vida e obra do carnavalesco Joãozinho Trinta.

  • Fasterlog Transportes

    Excelente, sou baiano com muito orgulho. Todos listados acima são excelentes! Mas hollywood deve ficar mais atenta a estes atores, e acrescentando ao time de atores baianos eu indico um carioca da melhor qualidade o Eduardo Moscovis.

    • Petit Gabi

      Opa, só tem fera nessa lista mesmo. Pelo menos o Wagner já se achegou um pouco mais em Hollywood, vamos torcer pois mais brazucas invadirem.