Início VISÃO Especial Anos 80 – Brinquedos e Games

Especial Anos 80 – Brinquedos e Games

794
Compartilhe

Chegamos a última parte do nosso Especial Anos 80. Quem nos acompanha, pode conferir e reviver momentos maravilhosos que marcaram aquela década. Falamos sobre Música, Seriados/Desenhos, Filmes e agora, finalizamos nosso especial com os Brinquedos e Games que mais me marcaram durante a infância.

I Love 80′s ou Anos 80.
Nós amamos 80′s.

Vários desses brinquedos e games me acompanharam até meados dos anos 90. Foram anos maravilhosos desde a infância até a adolescência. Hoje sou adulto e tenho saudade daquela época. Se um dia eu tiver um filho, vou mostrar todas as coisas que eu fazia para me divertir quando criança. Então, vamos ao nosso último mergulho no túnel do tempo?

Brinquedos e Games MARCANTES!

Começo com o Cubo Mágico. Criado em 1974 pelo húngaro Ernõ Rubik, o quebra-cabeça colorido despontou aqui no Brasil na década seguinte. Um brinquedo aparentemente inocente e bonitinho, na verdade exigia muita inteligência e bastante raciocínio. O grande barato era ver quem conseguia realinhar os quadrinhos coloridos em seus lados o mais rápido possível. Era bem legal e as vezes um pouco irritante!

O Cubo Mágico ou Cubo de Rubik, é um quebra-cabeça tridimensional.
Na década de 80, o Cubo Mágico foi um sucesso no Brasil. Foto: Reprodução

Pirocóptero – o pirulito que voa, voa – fazia o maior sucesso com a molecada dos anos 80 e 90. Depois de chupar o pirulito, era só encaixar o palito de plástico em uma hélice que acompanhava-o, e girar com as mãos. Resultado, diversão pura e simples! Quem não se lembra dessa propaganda? Podem até não lembrar, mais a musiquinha é inesquecível…

Pirocóptero, o pirulito que voa.
Pirocóptero, o pirulito que voa. Foto: Reprodução

Comandos em Ação é uma série de bonecos produzidos pela empresa de brinquedos Hasbro. Foi lançado no Brasil pela Estrela, em 1984. Dois anos depois, virou febre, quando a Rede Globo começou a exibir um desenho animado baseado nos brinquedos dos soldados e policiais de G.I. Joe (nome original americano). Eu tinha coleção desses bonecos!

Os bonecos dos Comandos em Ação ou G.I. Joe, no original.
Os bonecos dos Comandos em Ação ou G.I. Joe, no original. Foto: Reprodução

O grande Genius da Estrela, na verdade era uma versão do Simon, fabricado pela empresa americana Hasbro. Foi o primeiro jogo eletrônico vendido no Brasil, tinha o formato de um OVNI com quatro cores e emitia sons junto com uma sequência de luzes que formavam uma sequência para memorizar. Dizem que a Google inspirou-se nele para criar a marca do Google Chrome.

O jogo eletrônico Genius.
O joguinho eletrônico Genius. Foto: Reprodução

Também lembro bastante dos brinquedos: Ferrorama, Aquaplay, Bate-Bate e o adorável Banco Imobiliário. Este último é uma versão do jogo original americano Monopoly. A empresa brasileira Estrela que detinha os direitos sobre o jogo, lançou no Brasil com o título Banco Imobiliário, modificando os nomes dos bairros, hotéis e outras propriedades descritas no tabuleiro. O jogo consistia em ficar rico comprando e monopolizando todas as propriedades dos jogadores adversários. Era muito legal!

Banco Imobiliário ou Monopoly, um dos jogos de tabuleiro mais populares do mundo.
Banco Imobiliário, um dos jogos de tabuleiro mais populares do mundo. Foto: Reprodução

A era dos games começou com o mestre dos mestres, o lendário Atari. Em 1978 foi lançado o console Atari 2600, responsável pelo início da popularização dos video games no mundo. Chegou no Brasil em 1983, e junto com um joguinho mega safado de tão viciante que era, o famoso Pac-Man (vulgo come-come), fez a alegria de milhares de crianças.

Atari 2600, o videogame.
O mestre dos mestres, o lendário Atari 2600. Foto: Reprodução

Outro grande console foi o Master System, produzido pela SEGA, e lançado inicialmente no Japão em 1986. No Brasil, foi produzido e vendido pela Tec Toy a partir de 1989 e atingiu um grande sucesso. Era bem simples, tinha apenas 8-bits e joguinhos alucinantes para época, dentre eles: Califórnia Games; Black Belt, um dos primeiros jogos de luta de rua; Castle of Illusion, Double Dragon; Shinobi; e sem esquecer do sensacional Alex Kidd in Miracle World (Alex Kidd tornou-se mascote do console e da companhia).

Console do Master System.
O console do Master System fez um grande sucesso no Brasil. Foto: Reprodução

Apesar de ter enfrentado grandes dificuldades devido a forte concorrência do NES da Nintendo, o Master foi bem sucedido e deixou muita saudade. Eu terminaria a minha lista com o insuperável console Super Nintendo ou SNES, também fabricado pela empresa japonesa Nintendo. Porém ele pertence a década de 90, e foi o último vídeo game que tive. Na minha humilde opinião, o melhor!

Nos despedimos desse Especial Anos 80 com muita nostalgia, boas lembranças e uma saudade do tamanho do mundo. Não esqueçam de comentar, dizendo quais as suas preferências, neste ou em qualquer dos outros 3 textos deste especial.

Os anos 80 foram mesmo, inesquecíveis!

Compartilhe
AnteriorEspecial Anos 80 – Filmes
PróximoReATIVAR…
Cadeirante, cidadão, designer gráfico, apaixonado por projetos de sustentabilidade e tudo que diz respeito a preservação da natureza. Fundador do site Ativar Sentidos e idealizador do projeto social Natal Solidário. Atualmente, segue viajando no mundo das palavras.
  • Ana Lucia

    É bem legal saber sobre os jogos iventados na década de 80 .

    • Oi Ana, td bem? Eu me diverti mto lembrando dos brinquedos e games daquela época. Bom q vc tb gostou, abraço!