Início VISÃO Nada Dura para Sempre – Sidney Sheldon

Nada Dura para Sempre – Sidney Sheldon

656
Compartilhe

“Nada Dura para Sempre” de Sidney Sheldon
Editora: Record (atualmente) | Lançamento: 1994

SINOPSE: Kate Hunter, Honey Taft e Paige Taylor são as únicas mulheres em um grupo de médicos residentes de um hospital de São Francisco. Além de trabalharem juntas, elas dividem o mesmo apartamento e protagonizam situações, no mínimo, insólitas: a primeira, por pouco não provoca a interdição do hospital; a segunda mata um doente em troca de 1 milhão de dólares; e a terceira é assassinada. Em Nada Dura Para Sempre, Sidney Sheldon envolve o leitor em uma trama na qual transitam profissionais da medicina e mafiosos, pacientes e viciados em drogas. Um jogo de gato e rato capaz de tirar o fôlego, com todos os elementos que transformaram os livros de Sheldon em campeões de vendas.

———————————————————————————————————————————————-

OPINIÃO: Os livros de Sidney Sheldon ficaram famosos em várias partes do mundo. Com inteligência e sagacidade ele foi um dos mais requisitados roteiristas de sua época, com inúmeros trabalhos para TV, Cinema e Teatro. Considerado um workaholic, ele trabalhou em diversas áreas, mas afirmou que escrever livros era a sua favorita. Sheldon geralmente colocava mulheres como personagens principais de seus livros. Tudo com elevado grau de suspense e sensualidade. Seus romances policiais e thrillers de suspense, cativam os leitores, pois o estilo de escrita faz com que o leitor não consiga largar o livro. Sheldon dizia que seus livros eram construidos de um jeito que o leitor termina um capítulo e tem que ler mais um.

Em Nada Dura Para Sempre, acontece o mesmo, o autor conta a história de três médicas residentes do Hospital Embarcadero. Elas vivenciam inúmeras situações de suspense, intrigas, assassinatos, e vinganças. Paige, Honey e Kat são amigas que moram e trabalham juntas. Três mulheres com histórias de vida bastante diferentes, mas muitas vezes tem de enfrentar os mesmos preconceitos e contratempos para ganhar seu espaço em um ambiente predominantemente masculino – e machista – como o do Hospital Público Embarcadero.

Paige Taylor, foi criada pelo pai, que atuava como médico na OMS. Herdou seu amor pela medicina e gosta de ajudar as pessoas. Era apaixonada por um amigo de infância, porém este se casa com outra, partindo seu coração. Paige acaba sendo acusada de ter praticado a eutanásia em um de seus pacientes e é levada aos tribunais. Kat Hunter, teve uma infância sofrida, mesmo assim conseguiu se tornar médica, contrariando a todos. Era molestada pelo padrasto bêbado, mas sua mãe não acreditava. Kat jura nunca se relacionar com nenhum homem e esconde seu passado. Assim, sofre com o assédio e as insinuações dos médicos do hospital, que não se conformam de nunca conseguirem nada com ela.

Honey Taft, nasceu em uma família rica e influente, porém nunca se destacou, por mais que desejasse agradar aos outros. Até a noite de um dos bailes da escola, quando tudo mudou; de repente, a doce Honey encontrou uma forma de conseguir tudo o que precisava. Ela nunca desejou ser médica, preferia ser enfermeira, mas segundo o pai, uma Taft não seria nada menos que uma médica. Para passar na universidade, seduz boa parte de seus professores. Assim, no Embarcadero, comete erros graves, mas seduz a todos, até o diretor do hospital, para se manter no emprego. A velocidade narrativa de Sheldon, é muito envolvente. E olha que esse não é dos seus melhores livros, mas vale a pena ser lido.

CURIOSIDADES: Sidney Sheldon foi um escritor e roteirista norte-americano. Nasceu em Chicago, no dia 11 de fevereiro de 1917 e faleceu em 30 de janeiro de 2007. Durante sua vida, Sheldon publicou dezoito romances; todos alcançaram a lista de mais vendidos do jornal The New York Times. Eles totalizaram mais de 300 milhões de cópias vendidas, com traduções para 51 idiomas, distribuídos em cerca de 180 países; por esse fato, ele é considerado “o escritor mais traduzido do mundo” pelo Guinness. O escritor também é creditado por 250 roteiros televisivos, seis peças para a Broadway e 25 filmes.

O autor tinha o costume de contar a história oralmente para que sua secretária a digitasse ou usar um gravador, completando em média 50 páginas por dia. No dia seguinte, ele fazia a revisão do que havia feito no dia anterior e repetia o processo até que o livro estivesse finalizado. Então ele fazia diversas revisões da obra, podendo passar até um ano até liberar para ser publicado.

Nada Dura para Sempre (Nothing Lasts Forever) é o décimo terceiro romance do escritor estadunidense Sidney Sheldon, publicado em 1994. O livro ganhou uma adaptação para TV em 1995, com Brooke Shields interpretando uma das protagonistas, a Dra. Beth ‘Honey’ Taft. Também integraram o elenco, as atrizes Gail O’Grady e Vanessa Williams, que deram vida as personagens Kate ‘Kat’ Hunter e Paige Taylor, respectivamente.

Referências: Site Sidney Sheldon, Wikipédia.

  • sandra

    Oi
    parabens pela conquista do Premio TOP BLOG 2011!
    Excelente trabalho
    bj Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    • Obrigado Sandra! Bom saber q estamos no caminho certo, sempre buscando aprimorar nosso trabalho. Abraço!

  • Gabriel Birkhann

    Ou pela AVON.
    Pelo menos estava.
    Eu comprei 2 em 1.

  • MARCINHASECUNDO

    ESSE LIVRO E O MELHOR

  • Lenon Passos

    Comecei a ler a pouco tempo e ja estou super empolgado e apaixonado pela historia desse ótimo livro.

    • Eu li esse livro no final do ano passado e até hoje recomendo a várias pessoas. Alias os livros de Sidney Sheldon são mto bons e prendem a atenção do leitor a cada página. Que bom q vc está gostando Lenon, abraços!