Início VISÃO BÉLGICA | Van Damme: Os músculos de Bruxelas

BÉLGICA | Van Damme: Os músculos de Bruxelas

1341
Compartilhe

‘Os músculos de Bruxelas’, assim é conhecido o especialista em artes marciais e ator Jean-Claude Van Damme, escolhido para representar a Bélgica no Especial “ATIVAR na Copa”.

Jean-Claude Van Damme em cena clássica do filme O Grande Dragão Branco.
Jean-Claude em cena clássica do filme “O Grande Dragão Branco”. © MGM Studios

Quem acompanha a carreira do ator, jamais imaginaria que em sua infância, Jean teria sido um garoto franzino, pequeno e muito sensível. Ainda aos 11 anos de idade, ele foi levado por seu pai para estudar karatê com o objetivo de procurar algo que o fortalecesse, tanto físico quanto psicologicamente, já que o rapaz tinha um porte tão pequeno, mas tão pequeno, que sofria constrangimentos na escola.

Paradoxalmente, foi toda essa leveza que o tornaram um ‘AZ’ na maneira como o jovem podia dominar os movimentos do corpo. Ainda pensando na elasticidade física do filho, seu pai o inseriu no balé e logo, Jean tornou-se um exímio bailarino, tendo dançado por seis anos Balé Clássico Europeu num ritmo constante de treinos, tudo sem abandonar a luta.

Aos dezesseis anos, recebeu a faixa preta e tornou-se campeão europeu na categoria meio pesado pela European Pro Karate Association. Surpreendentemente, mais uma vez seu porte, condicionamento e desempenho físico foi o que levaram o jovem para Califórnia, onde, deslumbrado, entusiasmado e obcecado pelo halterofilismo, iniciou treinamentos intensos de musculação para desenvolver seu físico, quando em 1980 ganhou o título de fisioculturismo ‘Mr. Bélgica’.

Sua estada na Califórnia não teria sido permanente nesta época. Em seguida, Jean-Claude regressou à Bélgica, onde abriu uma academia de artes marciais. Mas seu sonho continuava a ser o estrelato e seu destino caminhava para o cinema.

Alguns contatos o levaram para figurações em produções europeias, como a de origem francesa Rue Barbare lançado posteriormente em 1983. Mas ele queria ainda mais que isso e constatou que o único jeito de brilhar nas telas de cinema, seria regressar para Hollywood.

Em 1982, voltou para Califórnia e foi justamente em Los Angeles que sua carreira começou a brilhar. Participou ainda como figurante em Braddock – O Super Comando (1984), mas foi como vilão no longa Retroceder Nunca, Render-se Jamais (1985), que Van Damme alcançou seu primeiro papel de destaque no cinema. Pouco tempo depois, estrelou aquele que seria talvez o principal papel de sua carreira e que o consagraria para sempre como um dos mais conhecidos atores de Hollywood, no filme O Grande Dragão Branco (1988).

Van Damme interpretou um vilão no longa Retroceder Nunca, Render-se Jamais.
Van Damme interpretou um vilão em “Retroceder Nunca, Render-se Jamais”. © New World Pictures
Jean-Claude Van Damme no estilo gatinho dos anos 80.
No estilo gatinho dos anos 80. Foto: Reprodução
Jean-Claude Van Damme interpretou Frank Dux no filme O Grande Dragão Branco.
Van Damme interpretou Frank Dux no filme “O Grande Dragão Branco”. © MGM Studios

Na vida pessoal, as constantes também o acompanharam. Jean casou-se cinco vezes, dentre esses, dois foram com a ex-fisiculturista Gladys Portugues, com os quais nasceram 3 filhos: Kristopher, Bianca e Nicholas.

Uma das características do ator é não usar dublês em suas cenas de perigo. Este fato o levou a protagonizar recentemente um comercial para os caminhões da Volvo, onde o astro revive cenas dos seus grandes filmes de ação, num curta que reflete sua própria trajetória com altos e baixos, recontando ainda, como ele treinou e condicionou seu corpo, transformando os pontos fracos em pontos fortes para enfrentar as manobras mais radicais.

Para dar a ação necessária e fisgar o telespectador, o comercial possui Jean-Claude em uma de suas acrobacias mais épicas. Só não vou contar o final porque não quero estragar o suspense. Assistam e sintam o gostinho de viver uma experiência de superação com o magnífico Jean-Claude Van Damme em uma performance publicitária de arrepiar.