Início AUDIÇÃO Música Ed Sheeran – Meu Quase Xará!

Ed Sheeran – Meu Quase Xará!

479
Compartilhe

Tá certo que ele tem uma cara de nerd, é meio esquisito, branquelo e ruivo. As meninas até gostam do jeitão do cara, mas esquisitices a parte, o britânico Ed Sheeran é um bom cantor e um excelente compositor. Ele tem apenas 21 anos, mas já assina um extenso catálogo musical.

Ed Sheeran - Hi.
Edward Christopher Sheeran mandando um “Oi” para os fãs. Foto: Divulgação

Desde que começou a gravar suas composições em 2005, Sheeran colecionou uma série de EPs lançados quase que anualmente. O ponto de partida foi com o EP Orange Room, que detém 5 canções. Depois esta série foi intercalada com o lançamento dos seus dois primeiros álbuns, Ed Sheeran (2006) e Want Some? (2007), que não tiveram grande expressão, mas serviram de experiência para o que viria depois.

Em meio a muitos shows e algumas participações especiais, Ed seguiu compondo, gravando e lançando mais EPs. You Need Me, surgiu em 2009, e precedeu o aclamado Loose Change (2010), onde foi gravado seu primeiro grande sucesso “The A Team”. Ainda em 2010, ele lançou outro EP, intitulado Songs I Wrote With Amy, contendo canções de amor que ele escreveu em parceria com a cantora inglesa Amy Wadge.

A essa altura, o mercado fonográfico britânico já posicionava quase todos os holofotes na direção da cantora Adele, que despontava como Artista Revelação e já tinha faturado dois Grammy Awards. Porém, em 2011 (ano da explosão mundial de Adele), Ed Sheeran finalmente tirou um coelho da cartola e lançou “+”, considerado pela grande mídia como seu verdadeiro álbum de estreia.

Em pouco mais de um ano, Ed disparou uma artilharia de 6 singles nas principais paradas musicais da Europa e EUA. O álbum + foi uma espécie de catalisador, que reuniu 9 canções inéditas e 3 músicas lançadas anteriormente em seus EPs: “The City” e os dois singles “The A Team” e “You Need Me, I Don’t Need You. O sucesso do disco foi imediato em muitos países da Europa, além de EUA, Canadá, Nova Zelândia e Austrália. Tornou-se o oitavo álbum mais vendido no Reino Unido com mais de 1,2 milhões de cópias, sendo certificado quatro vezes platina pela British Phonographic Industry. Aqui no Brasil, poucos sabiam da existência de Sheeran e suas composições. Mas, graças a internet essa realidade vem mudando.

Ed Sheeran - Coffee break.
Sheeran tomando um cafezinho. Foto: Reprodução
Capa do álbum +, de Ed Sheeran.
Capa do álbum “Plus”. Foto: Reprodução

Eu mesmo só conheci as músicas do meu quase xará no início do ano passado, quando vi pela primeira vez o videoclipe da linda canção “Lego House”. Enquanto isso, o tsunami musical Adele atravessava o Atlântico e impactava em cheio os ouvidos americanos. Uma avalanche que ganhou mais 6 Grammys em 2012, e aqui no Brasil, teve suas músicas executadas nas rádios de todo país e também na trilha sonora de duas novelas globais.

Porém, a força catalisadora de Ed e suas composições fizeram com que ele fosse comendo pelas beiradas, como um autêntico mineirinho, quase um MC Roba Cena (o que certamente ele nunca será). Sheeran consolidou-se como um músico de respeito, conquistou fãs e tem tudo para dar um bom seguimento a sua carreira musical.

Para mim, a grande surpresa veio mesmo com o lançamento da canção “Give Me Love”, sexto single do álbum +. Foi paixão à primeira vista! Uma balada gostosa e com um videoclipe impecável, onde a atriz australiana Isabel Lucas aparece com asas e sai vagando pela cidade, como uma espécie de anjo cupido que espalha amor. O único problema? Ela não pode encontrar o amor para si mesma, o que a leva a um fim trágico.

Viajei ouvindo a canção e me emocionei assistindo o clipe. Desejei uma cupido como aquela, que tivesse uma ótima mira e acertasse todos os seus alvos. Tive vontade de sair gritando pelas ruas da minha cidade, e em meio a chuva intensa de um dia de inverno, entoar: Give Me Looove!

Ed Sheeran – Give Me Love
(Composição: Ed Sheeran / Jake Gosling / Leonard)

Give me love like her
’cause lately I’ve been waking up alone
Paint splattered teardrops on my shirt
Told you I’d let them go
And that I’ll fight my corner
Maybe tonight I’ll call ya
After my blood turns into alcohol
No, I just wanna hold ya

Give a little time to me or burn this out
We’ll play hide and seek to turn this around
All I want is the taste that your lips allow
My, my, my, my, oh give me love
My, my, my, my, oh give me love
My, my, my, my, oh give me love

Veja a letra completa e a tradução no site Letras do Portal Terra.

Compartilhe
AnteriorCinquenta Tons de Possibilidades
PróximoOscar 2013 | Reinventando indicados a Melhor Filme

Cadeirante, cidadão, designer gráfico, apaixonado por projetos de sustentabilidade e tudo que diz respeito a preservação da natureza. Fundador do site Ativar Sentidos e idealizador do projeto social Natal Solidário. Atualmente, segue viajando no mundo das palavras.