Compartilhe
Florence Welch, cantora da banda Florence and The Machine.
Florence no comando. Foto: Reprodução

A britânica Florence Welch é aquele tipo de artista que não se contenta em soar comum ou simplista. Ela gosta e consegue se destacar dos demais pela forma com que se entrega no momento de compor e de expressar suas canções no palco. Ao transmitir suas emoções sem receios, ela parece ter sempre uma certa urgência em colocar para fora tudo que sente. E nesse ínterim, ela transparece vulnerabilidade e poder ao mesmo tempo.

A “máquina”, composta pelos músicos colaboradores e conduzida pelo vocal potente de Florence Welch se formou em 2007, e desde então não saiu das paradas de sucesso. O estilo é meio indefinido, pois em suas composições o grupo junta elementos do rock, soul, folk e punk e aponta influências das bandas/cantores que bombam nesse mesmo estilo, como PJ Harvey.

Como muitas outras bandas e cantores que explodiram no cenário musical atual, como Mika, Amy Winehouse, Adele, Lady Gaga, Sia, Marina and The Diamonds entre outros, Florence + The Machine é aclamada pela imprensa e cultuada pelos fãs que surgiram quase que instantaneamente ao lançamento do primeiro disco. A banda foi a revelação do pop britânico em 2008. Sempre elogiada pela mídia, recebeu um apoio intenso da BBC, que ajudou em sua promoção ao incluí-la no BBC Introducing, uma marca da emissora para novos talentos musicais.

Florence Welch, vocalista da banda Florence + The Machine.
Florence apresentando-se no MTV Music Awards 2010. Foto: Reprodução

A partir daí a banda começou a participar de festivais de música importantes, como Glastonbury e chamou ainda mais atenção da mídia. Em 2009, o primeiro disco foi lançado e claro, superou as expectativas. Com Lungs, Florence + The Machine ficou em segundo lugar nas paradas de sucesso britânicas durante as cinco primeiras semanas. O segundo álbum, Ceremonials, foi lançado em 2011, estreando em primeiro lugar no Reino Unido e em sexto nos EUA. Em 2012, lançou mais um trabalho, o primeiro disco ao vivo, gravado em Nova Iorque em apresentação no MTV Unplugged. Recentemente, lançaram novos singles, como Ship To Wreck, faixa que faz parte do álbum How Big, How Blue, How Beautiful, o terceiro de estúdio, que chegará ao mercado em 1º de junho.

Florence + The Machine recebeu diversas indicações em premiações importantes como BRIT Awards, Grammy Awards e MTV Europe Music Awards. O álbum Lungs já vendeu cerca de 4 milhões de cópias ao redor do mundo e venceu o prêmio de Álbum Britânico do Ano, no BRIT Awards de 2010. O single “Dog Days Are Over” ocupou a posição 21 na Billboard Hot 100, em 2010. Os fãs já estão ansiosos pelo terceiro disco da banda, que além de Ship To Wreck, inclui as músicas já lançadas: St Jude, a faixa homônima How Big, How Blue, How Beautiful e “What Kind Of Man”, que você confere logo abaixo.

CURIOSIDADES:

– As inspirações de Florence vão desde Kate Bush a Björk (Grace Slick).
– Florence Welch foi eleita a mulher mais espetacular da história do rock pelos ouvintes da rádio britânica XFM em 2012.
– A cantora já participou do coral da escola, teve aulas de canto e cresceu ouvindo Kate Bush.
– Ela desistiu do curso de arte da faculdade de Camberwell, no sul de Londres, para se dedicar a banda.

Referências: Muzplay, Vagalume, The Guardian, Wikipédia e Blog do Rock in Rio.