Início VISÃO A Arte do Cisne Negro

A Arte do Cisne Negro

128
Compartilhe

Quando ouvimos falar em Cisne Negro é provável que a primeira lembrança seja do famoso ballet russo, Lago dos Cisnes. Porém, seu lançamento nos cinemas em 2010, trouxe para as telas muito além da dança. Obviamente que o enredo é completamente ambientado na produção desse clássico, mas o que nos hipnotiza de fato é a atuação de Natalie Portman. Ela está brilhante no papel de Nina, uma bailarina obcecada pela perfeição de seus passos.

Natalie Portman no filme Cisne Negro
Natalie Portman no filme Cisne Negro. Foto: Divulgação

Bailarinos são em sua maioria essencialmente perfeccionistas e o Ballet Clássico exige extrema dedicação, boa forma, postura e concentração. Exatamente por isso, Nina sofre tanto para conseguir o papel principal desse tão aclamado espetáculo.

Nina Sayers (Natalie Portman) é uma pessoa doce, dedicada e que dá tudo para ser a melhor naquilo que mais ama, dançar. Porém, ao mesmo tempo é uma garota que, mesmo aos 28 anos de idade, ainda mantém um ar infantil, constantemente reforçado pela imagem controladora da mãe. Algo que dificulta sua necessidade de se impor, de mostrar que realmente é uma mulher capaz de tomar as rédeas da própria vida – Eis aqui o grande mote do filme. O conflito de personalidade que surge quando ela é forçada a apresentar a contraposição da pureza de um personagem com a ousadia do outro. O Cisne Branco versus o Cisne Negro (veja imagens do treinamento da Natalie). Uma dualidade perigosa, assustadora e que faz o nosso coração palpitar a cada take.

A obsessão de Nina pela perfeição se reflete não apenas na dança. Ela passa por um processo de transformação, onde fica irreconhecível. Treina incansavelmente e começa a ter uma série de visões confusas até chegar a um ponto onde não conseguimos mais distinguir o que é real ou apenas sua mente criando fantasmas que a perseguem, mudanças físicas e tramas envolvendo suas colegas de ensaio.

Ela se entrega a essa busca delirante, pressionada pelo diretor da companhia, Thomas Leroy (Vincent Cassel), e atormentada pela colega Lily (Mila Kunis), que parece querer tomar seu lugar a todo instante. Sem falar na bailarina aposentada Beth MacIntyre (Winona Ryder), que não se conforma por ter perdido seu posto para a jovem Nina.

Cartaz do filme Cisne NegroInformações Técnicas

Título Original: BLACK SWAN
Título no Brasil: Cisne Negro
País de Origem: Estados Unidos
Gênero: Suspense, Drama
Duração: 108 min
Ano de Lançamento: 2010
Estreou no Brasil: 04 de Fevereiro de 2011
Direção: Darren Aronofsky
Roteiro: Mark Heyman, Andres Heinz e John McLaughlin
Edição: Andrew Weisblum
Música: Clint Mansell e Pyotr Ilyich Tchaikovsky
Estúdio: Cross Creek Pictures, Phoenix Pictures
Distribuição: Fox Searchlight Pictures
Site Oficial: www.foxsearchlight.com/blackswan

Darren Aronofsky conseguiu extrair o melhor de tudo e todos na execução de Cisne Negro. A produção, o figurino impecável, a fotografia, a cenografia, as atuações, a trilha, enfim, tudo beira a perfeição. Um filme cheio de energia, repleto de suspense, tensão e que prende nossa atenção por 108 minutos que parecem passar tão rápidos quanto o rodopio de uma bailarina no palco.

Assim, como em Réquiem Para um Sonho (2000) e O Lutador (2008), Aronofsky explora os limites humanos e exibe todo o seu talento ao usar elementos sutis para forçar o público a compartilhar os transtornos de Nina. O cineasta faz uso de imagens refletidas, sons do ranger do assoalho sob seus pés, as risadas e cochichos das outras bailarinas e do desgaste de suas articulações durante as coreografias. Tudo isso para intensificar a sensação de perseguição da personagem, criando uma atmosfera de poesia e arte.

E para finalizar, não posso deixar de dizer que o Oscar de Melhor Atriz de 2010, não poderia ser de outra pessoa que não Natalie Portman. Para mim ela foi um completo exemplo de superação, entregando-se de corpo e alma a um personagem que marcou sua carreira e o cinema americano. Certeza que será uma das melhores lembranças para daqui no mínimo dez anos.

Assista ao Trailer Oficial!

———————————————————————————————————————————————-

Gabriela SilvaGabriela Silva, mais conhecida como Petit Gabi é uma paraense que já morou em algumas cidades, mas que encontrou seu porto seguro em São Paulo. Uma redatora que adotou a escrita como hobby. Amante de livros, gatos, Chico Buarque e apaixonada por redação. Enfim, uma pessoa comum, que gosta de escrever sobre coisas comuns. Mais do mesmo no Só Vim Pra Escrever, seu blog pessoal. @petitgabi

Compartilhe
AnteriorDestino Solitário
PróximoConheça o Eco Soap!
Gabriela Silva, mais conhecida como Petit Gabi é uma paraense que já morou em algumas cidades, mas que encontrou seu porto seguro em São Paulo. Uma redatora que adotou a escrita como hobby. Amante de livros, gatos, Chico Buarque...